Alvanato de Almeida é um dos maiores nomes da poesia itamarandibana. Advogado formado pela UFMG em 1958, promotor de justiça, juiz de direito e homem de letras, fez de sua obra um relato saudoso da Itamarandiba dos anos de 1940 até 1981, quando publica "Arte de Viver", sua obra - prima. 
 
O lirismo de Alvanato lembra muito o também mineiro Carlos Drummond de Andrade. As lembranças retratadas no poema e as impressões do escritos sobre o mundo, as pessoas e os fatos que o rodeiam também são temáticas comuns de Drummond e de outros poetas contemporâneos de Alvanato. O Modernismo da poesia entra em choque com a lembrança de infância, as paisagens rurais da cidade e o seu crescimento. 
 
Que as futuras gerações possam conhecer e admirar esse grande artista itamarandibano a quam rendemos nossas sinceras homenagens. 
 
 

CEVHIC David Pimenta© 2012 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode